Se o seu parceiro for um problema, repense.

Rebeca A., São Paulo/SP, 20 a 25 anos

Qual(is) método(s) anticoncepcional(is) você usa?

Camisinha masculina, Diafragma, Espermicida, Billings

Por que você escolheu esse método contraceptivo?

Escolhi usar a camisinha porque é o método em que me sinto mais segura – quer dizer, eu consigo decidir a hora certa de colocar e conferir, no final, se ela está vazando ou deu algum problema. Além disso, faço a observação do muco pelo método Billings, o que me dá muita segurança sobre o período fértil e se eu, de fato, preciso entrar em paranoia (ou usar contracepção de emergência) se alguma coisa não foi como o esperado. O diafragma é muito bom porque não interfere na sensibilidade, e eu uso junto com espermicida nos dias próximos à janela fértil. Quando estou fértil prefiro a camisinha mesmo.

Como funciona o método contraceptivo que você escolheu?

Camisinha: camisinha é isso – antes de começar a penetração, a gente coloca, conferindo pra não ficar com ar dentro. Eu gosto de comprar camisinhas na gringa, porque tem muitas marcas ótimas (eu peço pelo ebay e não fica mais caro que aqui no Brasil). Ou então uso a skyn, que é minha preferida entre as nacionais. As outras me deixam sensível depois de usar.
Diafragma + espermicida: pedi para minha ginecologista medir e me receitar o diafragma. O espermicida não encontrei de jeito nenhum no Brasil, apenas viajando para o exterior. Já li sobre algumas receitas caseiras, mas nunca fiz. O bom do diafragma é que você pode colocar antes de começar a transar e não precisa “interromper” nada. Além de não interferir nada na sensibilidade. Mãs não protege contra as DST.
Billings: o que eu mais gosto do método Billings é o quanto de auto-conhecimento ele me proporcionou. Eu não me baseio nele somente para contracepção, até porque o espermicida pode alterar o aspecto do muco. É mais um apoio para eu me sentir segura sobre os sinais do meu corpo, me ajuda a reconhecer por exemplo a TPM e os dias férteis.

Você tem parceiro fixo? Como foi escolher esse método?

Sim. Foi tranquilo, aos poucos ele foi aprendendo junto comigo a usar todos os métodos e a conhecer os sinais e o ritmo do meu ciclo menstrual. Eu acho que tem sido um aprendizado bem grande para nós dois, especialmente porque dividimos a responsabilidade, fortalecendo a confiança um no outro.

O que você gostaria de dizer para mulheres interessadas em usar esse método contraceptivo?

Eu diria: vai fundo! Mas não abandone a camisinha, ela é o primeiro e o único método que protege também de DST. Se você ainda não encontrou uma camisinha boa pra você, insista, que ela existe. De todos os tamanhos, texturas, materiais… É importante, é sua saúde em jogo.
Dos outros métodos, todos exigem você se observar e conhecer seu corpo, então comece mas não abandone a camisinha até você se sentir totalmente segura com ele. Ninguém merece ficar noiada.
E se seu parceiro for um problema (“camisinha não serve em mim”, “eu não sinto nada”, e outras chantagens), repense. É uma questão de respeito mútuo, mas também de respeito próprio, e nenhuma relação vale o risco à sua saúde no curto e no longo prazo. Cuide-se!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s